CISI – Unipar Toledo

Centro de soluções de informática é um projeto de extensão do curso de análise e desenvolvimento de sistemas que tem por objetivo oferecer soluções de informática à sociedade, por meio de projetos, estágio obrigatório e pesquisas.

Dentro do projeto existe o grupo de estudos CTI (centro de tecnologia e inovação) que tem a proposta de propor soluções inovadoras para problemas das organizações em geral da sociedade.

Ferramentas Open Source e Treinamentos

Conjunto de ferramentas Open Source para desenvolvimento, armazenamento, recuperação e análise de dados provenientes de Big Data. Além de treinamento, consultoria e melhores práticas no seu uso.

Plataforma Big Data

Ambiente de software e hardware aberto para análise interativa de dados e apresentação de informações provenientes de várias fontes de Big Data. Arquitetura de Integração e de Aplicações voltadas para ambientes transacionais com ênfase no mercado financeiro e telecom.

Atividades NEOautus

A NeoAutus desenvolve projetos e oferece serviços na área de arquiteturas IoT (Internet das Coisas) – Desenvolvimento de framework em hardware e software para aquisitar, armazenar, analisar e recuperar informações geradas pela monitoração da sensorização e atuação em ambiente IoT.

Também desenvolve projetos e oferece serviços na área de eficiência energética e gestão de produção, contemplando as atividades de supervisão, monitoração, controle, atuação, baseado em tecnologia IoT,  em plantas industriais e setores comercial e de serviços (Indústria 4.0).

Inovação é o tema central do 5º Fórum de Desenvolvimento do Oeste

A inovação como fomento da economia dos 54 municípios da região será o tema central do 5º Fórum de Desenvolvimento Econômico do Território Oeste do Paraná.
O evento, promovido pelo Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), será realizado no dia 29 de novembro, no Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), em Toledo, com início às 18h30.
Segundo o presidente do POD, Danilo Vendruscolo, durante o Fórum será debatido o potencial de desenvolvimento inovador já existente na região e o que ainda pode ser explorado.
“Precisamos sensibilizar a população sobre a importância da pesquisa, sobretudo as empresas. Pois são nelas que a inovação acontece”, explicou Vendruscolo.
Prêmio e Desafio
Durante o Fórum, serão anunciados os vencedores do Prêmio Inova Oeste, cujo objetivo é reconhecer iniciativas que contribuíram para o fomento da ciência na região entre os anos de 2016 e 2018.
Os prêmios serão concedidos em três modalidade: Inovação em Produto, Inovação em Processos e em Prática Inovadoras organizacionais. O Prêmio Inova Oeste recebeu ao todo 37 inscrições de empresas desde micro e pequena até grandes empresas, além de instituições de ensino e pesquisa e de órgãos públicos da região oeste do Paraná.
Também serão reveladas de três a cinco projetos inovadores capazes de solucionar problemas e demandas tecnológicas e de inovação da região nas áreas de meio ambiente e sanidade agropecuária, por meio do Desafio Inova Oeste.
Os projetos selecionados pelo Desafio Inova Oeste, terão um ano para serem desenvolvidos. Durante esse período, a equipe proponente receberá consultoria técnica e uma ajuda financeira de até R$ 100 mil. Ao todo, sete instituições se inscreveram para participar do Desafio
“Inovação não é mais um requisito de competitividade e sim de sobrevivência. O POD está organizado, com o propósito de desenvolver a região com novas soluções e tecnologias”, afirmou Hugo Ribeiro, da Câmara Técnica de Inovação do POD.
Sem aftosa
Na pauta também está prevista a apresentação dos resultados conquistados pelo Oeste em Desenvolvimento no último ano, como a transformação do Programa em uma Associação. Desde outubro POD é uma associação sem fins lucrativos.
“Essa foi uma grande conquista, pois nos habilita a firmar convênios, captar recursos e ter vida própria”, afirmou Vendruscolo.
Outro resultado alcançado pelo Programa, mas que beneficiará toda a região é a antecipação do cronograma para a conquista do status de “Area Livre de Aftosa sem Vacinação”, de 2022 para 2020.
Com o fim da vacinação e a conquista dos status, a região estará credenciada a exportar carne suína com adicional até 15% no preço. Sobretudo, para mercados consumidores que hoje a região não tem acesso por a ser livre de aftosa, porém, com vacinação.
“No ano passado, a sanidade foi um dos temas principais do Fórum. Hoje, já estamos colhendo os resultados”, completou Vendruscolo.
Inscrições
O Fórum é aberto ao público em geral e as inscrições podem ser feitas pelo link: https://goo.gl/AXr8Tm

Oeste em Desenvolvimento
Lançado em 2014, o Programa Oeste em Desenvolvimento é uma iniciativa que reúne mais de 60 instituições públicas e privadas como a Itaipu Binacional, o Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), o Sebrae/PR, o Sistema Cooperativo, a Caciopar, a Amop, a Emater, a Fiep, além de cooperativas e instituições de ensino superior.
O objetivo é promover o desenvolvimento econômico sustentável dos 54 munícipios do oeste do Paraná por meio de ações integradas e com foco nas potencialidades regionais.
Toda a ação tem como base as sete cadeias produtivas do território, também chamadas de exportadoras, pois recebem recursos e investimentos de outras regiões brasileiras e até do exterior. São elas: Cadeia de Frango, Cadeia do Leite, Cadeia de Suíno, Cadeia de Pescado, Cadeia de Grãos, Industria Metalmecânica e Turismo.

Fonte: Oeste em Desenvolvimento

Seminário de Inteligência Artificial 2018

Venha conhecer os casos de uso de empresas que já estão fazendo da IA uma realidade para seus negócios.

Se você é do tipo de pessoa que acredita na transformação que a inteligência artificial e a aprendizagem de máquinas podem provocar no mercado, então eu tenho um convite exclusivo para fazer a você. No próximo dia 27/07, das 08h às 18h, o Sebrae Curitiba recebe a edição 2018 do Seminário de Inteligência Artificial!

Faça sua inscrição agora.

Fonte: Assespro-PR

Unioeste do Campus de Foz do Iguaçu lança EDITAL Nº. 014/2018 – PGEEC – Mestrado em Engenharia Elétrica e Computação

O Mestrado em Engenharia Elétrica e Computação da Unioeste, campus de Foz do Iguaçu, está com inscrições abertas para aluno especial do 2º semestre de 2018.

Neste processo de seleção serão aceitas as inscrições de candidatos graduados em cursos reconhecidos pelo MEC, de graduação plena, nas seguintes áreas: Engenharia Elétrica; Engenharia de Automação e Controle; Engenharia Biomédica; Engenharia ou Ciência da Computação; Engenharia Mecânica; Física; Matemática e cursos afins.

Inscrições: até 31/julho/2018.

Para mais informações acesse o edital.

Fonte: Unioeste