+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

BRDE fecha os primeiros contratos do país no INOVACRED 4.0

13/02/20
sri_adm

BRDE fecha os primeiros contratos do país no INOVACRED 4.0

Quatro projetos catarinenses, que totalizam mais de R$ 3 milhões, são os primeiros do país a acessar recursos do INOVACRED 4.0. As operações de crédito estão sendo realizadas pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e chegam “em um momento de retomada da economia e um interesse cada vez maior em investimentos em inovação”, acredita o presidente do Banco, Marcelo Haendchen Dutra.

Segundo ele, o fato do banco ser o primeiro do país e operacionalizar crédito dentro desta nova linha de financiamento “confirma a qualidade técnica do trabalho realizado pelo BRDE e a relação de confiança com a Finep, construída ao longo dos anos”. A parceria do banco com a Financiadora de Estudos e Projetos, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, viabilizou quase meio bilhão de reais em mais de 170 projetos. São iniciativas em áreas como petróleo e gás, softwares, máquinas e até agropecuária, no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O INOVACRED 4.0 é um programa de crédito que auxilia empresas brasileiras a ingressar na chamada 4ª. Revolução Industrial. O conceito prevê o uso de diversas tecnologias de inteligência e automação para tornar fábricas em espaços “inteligentes”, permitindo a tomada de decisões nas linhas de produção a partir do uso combinado da Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial (IA), Big Data, computação em nuvem e robótica avançada. A linha de crédito tem como público alvo empresas brasileiras com receita operacional bruta anual ou anualizada de até R$ 300 milhões que atuem nos setores da indústria da transformação e da agricultura.

Para submeter a proposta de financiamento a empresa deverá ter plano de digitalização que precisa ser desenvolvido por empresa integradora, uma espécie de consultoria, credenciada previamente pela Finep. A Audaces, de Florianópolis, responsável pela elaboração dos primeiros projetos aprovados, ofereceu uma solução capaz de automatizar o corte de tecido das quatro empresas têxteis beneficiadas nesta primeira etapa: Imagem Kids, Pokotinha Confecções, Alekids Confecções e DYX Comércio e Confecções. As empresas têm sede em Itajaí, Gaspar e Brusque.

 

Fonte: BRDE