+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Governo do Estado lança o Programa Centelha Paraná

17/06/20
sri_adm

Governo do Estado lança o Programa Centelha Paraná

O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (15), em evento online, o Programa Centelha Paraná, que visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Brasil. O programa oferece capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.

Vai oferecer recursos financeiros de até R$ 60 mil por projeto contemplado. A meta é apoiar de 27 a 30 novos empreendimentos inovadores, numa parceria entre Fundação Araucária, Superintendências de Inovação e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, do Sebrae e do Senai.

“A ciência, a tecnologia e a inovação sempre serão apoiadas pelo Governo do Paraná. É por meio da união, força e sincronia de todos os órgãos públicos, privados e segmentos da sociedade que podemos promover o desenvolvimento do País e consequentemente benefícios para a população”, enfatizou o chefe da Casa Civil, Guto Silva.

A solenidade contou com a participação de 180 pessoas, englobando coordenadores das agências de inovação, pró-reitores de pesquisa e pós-graduação e pró-reitores de extensão das universidades estaduais, federais e privadas do Estado.

O setor produtivo paranaense e órgãos federais de extrema relevância para a ciência brasileira também participaram do evento. O lançamento também foi transmitido por meio do YouTube.

“Quero parabenizar a Finep (Financiadora de Inovação e Pesquisa) e a Fundação Araucária pelo trabalho e investimento em ações que promovem a geração de empregos, e também fazem com que as ideias saiam do papel e sejam implantadas no Estado. Tudo isso faz com que o Paraná seja cada vez mais reconhecido como um dos Estados mais inovadores do País”, disse o superintendente de Inovação, Henrique Domakoski.

“Temos clareza em utilizar a alta qualificação que temos na academia para auxílio na criação de riqueza e renda para o Estado e também na transformação da ciência e tecnologia em inovação. Focando também na criação de emprego, riqueza e renda”, destacou o presidente da Fundação Araucária, Ramiro Wahrhaftig.

O superintendente da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, falou sobre a importância do material humano qualificado que o Paraná possui. “O Estado possui um sistema de ciência, tecnologia e inovação muito consistente e que abrange todo o Paraná. Essas áreas estão cada vez mais próximas da população e esse fator faz com que mais públicos tenham acesso aos benefícios gerados”.

O presidente da Finep, Waldemar Barroso Magno Neto, elogiou o trabalho de todos os envolvidos, e ressaltou que o Paraná tem um potencial imenso para não só gerar novas ideias, mas também para implantá-las.

A iniciativa é do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e pela Finep, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), e operada pela Fundação Certi.

“A ideia dos novos arranjos de pesquisa e inovação desenvolvida pela Fundação Araucária é extremamente coerente com a linha de ação que seguimos”, disse o secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Paulo Alvim.

Segundo ele, o Brasil possui uma teia de ecossistemas de inovação diferenciada, e é justamente essa diversidade que faz com que se consiga alavancar recursos.

No Paraná, o Centelha é executado pela Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná (FA), no escopo do Novo Arranjo de Pesquisa e Inovação Startup Life.

O diretor científico, tecnológico e de inovação da Fundação Araucária, Luiz, Márcio Spinosa, explicou que o Centelha Paraná contará com recursos totais de R$ 1.665 milhão, sendo R$ 1.110 milhão provenientes da Finep, e R$ 555 mil de contrapartida do Estado. Essa chamada pública é dividida em cinco grandes etapas: as inscrições das ideias, o projeto de empreendimento e de fomento, a abertura de empresas e contratação, e por fim o acompanhamento dessas empresas. “É uma excelente oportunidade para as empresas conseguirem recursos e serem reconhecidas pelos seus projetos”.

O presidente do CNPq, Evaldo Vilela, também participou da solenidade de lançamento, e parabenizou o Paraná, pois o Estado, segundo ele, tem um patamar diferenciado, grande número de profissionais capacitados, e por esse motivo precisa de mais programas como o Centelha, pois possui uma massa crítica e um setor produtivo solidificados.

O gerente regional leste do Sebrae-PR, Joailton Antonio Agostinho, e o gerente de inovação e produtividade do Senai, Felipe Couto, também participaram do evento.

EDITAL DESIGN INOVADOR – Nesta segunda-feira (15), também foi lançado o edital Design Inovador. Esse programa tem como objetivo aproximar a comunidade científica das Instituições do Ensino Superior ao setor comercial e industrial da sociedade.

Tem ainda como foco a transformação de invenções em inovações.

Para informações sobre os dois editais acesse: www.fappr.pr.gov.br – link: Programas (CPs e PIs) – link – Programas Abertos.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná