+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

MCTI/FINEP: FINALISTAS DO PROGRAMA MULHERES INOVADORAS RECEBEM PREMIAÇÃO

27/08/20
sri_adm

MCTI/FINEP: FINALISTAS DO PROGRAMA MULHERES INOVADORAS RECEBEM PREMIAÇÃO

Muito se fala em empreendorismo feminino, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido pelas mulheres que pretendem inovar no país. Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Startups (ABS), que mapeou mais de 12 mil empreendimentos no Brasil, apenas 16% deles têm à frente uma empreendedora. Para diminuir esse abismo e aumentar a representatividade feminina no senário empreendedor nacional, a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) empresa pública do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) lançou em 2020 o programa, Mulheres Inovadoras. O projeto faz parte de um programa de capacitação de startups liderados por mulheres. Por meio de chamada pública com a inscrição de 200 empresas de São Paulo. Nesta quarta-feira, dia 26, as cinco empresas classificadas na etapa final do Programa Mulheres Inovadoras vieram à Brasília receber o prêmio: um aporte no valor de R$100 mil.

“É uma honra estar aqui representando essas mulheres inovadoras. Hoje não represento apenas essas mulheres, mas todos os empreendedores, inclusive os homens. Todos os brasileiros que assim como nós, acreditam que é possível transformar desafios em realidade. Nós mulheres inovadoras somos inconformadas e por isso buscamos soluções nas mais distintas áreas. No programa aprendemos, trocamos experiências, crescemos e tivemos mentoras incríveis que foram incansáveis com todo o apoio e engajamento em alavancar os nossos negócios”, declarou a representante das premiadas e fundadora da Ziel Biosciences, Caroline Brunetto.

Presente na cerimônia de premiação a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, ressaltou que programas como este são muito importantes para a igualdade de gênero. “Muitos não fazem ideia da importância de programas como este para trazer mais oportunidades à mulheres anônimas que estão fazendo ciência no fundo do quintal de casa. Ou que estão inovando com um bebê no colo amamentando, cozinhando e sonhando e criando. Chegou o momento das mulheres inovadoras deste país serem reconhecidas e é desta forma que o governo federal vai trabalhar”, afirmou.

Em seu discurso o presidente da Finep, Waldemar Barroso destacou ter convidado várias mulheres da instituição (que fica no Rio de Janeiro) para virem à Brasília participar da premiação, porém apenas duas puderam comparecer. Segundo ele, as outras disseram que não poderiam vir pois precisavam cuidar dos filhos, da casa, dos companheiros. Barroso pediu então que elas enviassem mensagens. “Eu quero transmitir aqui o que as mulheres da Finep pensam sobre o programa e não o que o presidente pensa”, revelou o presidente que em seguida leu as mensagens, como a da chefe de gabinete, Cristina Fátima. “É muito gratificante ver a quantidade, e especialmente a qualidade das propostas apresentadas no programa Mulheres Inovadoras. Isso demonstra a competência das mulheres”, parabenizou.

O ministro do MCTI, Marcos Pontes, fez questão de parabenizar as vencedoras e lembrou que este não é o único, mas um dos programas do ministério para a promoção das mulheres na ciência. “Temos em nossa Secretaria de Articulação e Promoção e Popularização da Ciência outros projetos com o objetivo de trazer mais mulheres empreendedoras para um maior protagonismo na ciência e inovação do país. Parabéns às vencedoras por servirem de inspiração para outras mulheres”, parabenizou Pontes.

Para o secretário de Empreendedorismo e Inovações do MCTI, Paulo Alvim o dia foi de comemoração. “Não apenas para as cinco premiadas, mas também para um conjunto de mulheres que participaram desse desafio intenso em conhecimento com muita dedicação e empenho. Esse é um programa transformador. Um programa que não só gera postos de trabalhos com boas remunerações, mas mais do que isso gera impostos criando um círculo virtuoso para a nossa economia que num momento pós pandemia é estratégico”, finalizou.

Com o sucesso da edição com empresas apenas de São Paulo do Programa Mulheres Inovadoras, a Finep e o MCTI já anunciaram que em 2021 o programa será nacional.

Mulheres Inovadoras

O programa foi criado pelo MCTI e Finep para estimular startups lideradas por mulheres, de forma a contribuir para o aumento da representatividade feminina no cenário empreendedor nacional, por meio da capacitação e do reconhecimento de empreendimentos que possam favorecer o incremento da competitividade brasileira. Ao todo foram classificadas 21 companhias para uma fase de mentoria, coaching e incremento de planos de negócio, que já foi encerrada. Cinco delas foram selecionadas para receber o prêmio de R$ 100 mil: CL Empreendimentos Biológicos ltda; Fofuuu Soluções Tecnológicas para Saúde e Educcação; Imunotera Soluções Terapêuticas;  In Situ Terapia Celular; Ziel Biosciences Pesquisa Desenvolvimento e Diagnóstico Ltda.

Fonte: MCTIC