+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Paranaense conquista o segundo lugar na maior competição de educação profissional do mundo

02/09/19
sri_adm

Paranaense conquista o segundo lugar na maior competição de educação profissional do mundo

Cinco estudantes do Senai no Paraná participaram, em agosto, da WorldSkills, a maior competição de educação profissional do mundo, que ocorreu em Kazan, na Rússia. Entre os mais de 1354 competidores, de 63 países, o jovem Leandro Moreira, do Senai Londrina, se destacou e conquistou a medalha de prata na categoria Computação em Nuvem, em que a ideia é arquitetar e implementar a infraestrutura de TI em um ambiente de nuvem público, migrando o armazenamento externo e propondo a elasticidade de recursos com soluções que melhor atendam às necessidades das organizações.

Os jovens Eduardo Felipe Benvegnir e Lucas Constancio Lenzi, também estudantes do Senai, receberam certificado de excelência nas categorias Tecnologia Automotiva e Redes de Cabeamento Estruturado, respetivamente. No ranking geral, o Brasil foi o terceiro colocado. Ao todo, 63 jovens representaram o país na competição. “Estamos muito felizes com o resultado, pois mostramos a força do Senai no Paraná para o mundo. Além disso, nossos jovens demonstraram força e muita competência”, conta Marcos Pires, delegado técnico da equipe paranaense.

WorldSkills 2021

A próxima edição da WorldSkills já está marcada para acontecer entre os dias 22 e 27 de setembro de 2021, em Shangai, na China. 32 estudantes do Senai no Paraná já foram selecionados para participar da etapa nacional, que classifica para a etapa final.

Sobre a WorldSkills

A WorldSkills é uma competição que, há mais de 65 anos, reúne alunos de ensino técnico para competirem entre si, demonstrando habilidades individuais e coletivas correspondentes a seus cursos. Realizada a cada dois anos, jovens de países das Américas, Europa, Ásia e África e Pacífico Sul disputam medalhas em modalidades referentes às profissões técnicas da indústria e do setor de serviço.

 

Fonte: Fiep