+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Parceria fundamenta ensino aprendizagem focado em demandas reais de empresas de TI no Oeste do Paraná

19/03/19
sri_adm

Parceria fundamenta ensino aprendizagem focado em demandas reais de empresas de TI no Oeste do Paraná

Uma parceria entre o Parque Científico e Tecnológico de Biociências (Biopark), e o Instituto Federal do Paraná (IFPR), visa a oferta de conhecimento e conteúdo prático para estudantes interessados em ingressar no mercado de trabalho, na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).  Dentre os projetos, o primeiro deles, realizado em conjunto com as empresas Prati-Donaduzzi, Junsoft e Maxicon, de Toledo, é o Curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas.

Conforme noticiado pelo Biopark, são 30 alunos da primeira turma que passaram pelo processo seletivo no começo de fevereiro e iniciam os estudos neste mês. O curso é gratuito, tem duração de 18 meses e entre as áreas de conhecimento estão desenvolvimento de sistemas computacionais, implementação e gerenciamento de banco de dados, manutenção de programas e análise de dados. No segundo semestre de 2019 será aberto novo processo seletivo.

Lançamento

Em cerimônia na última semana o reitor do IFPR, Odacir Zanatta, formalizou a criação de um Centro de Referência em Inovação dentro do Biopark, o que permitirá novas ações e projetos educacionais, confirmando a relevância da parceria público-privada no desenvolvimento educacional, empresaria e industrial.

Conforme o presidente do Biopark, Luiz Donaduzzi, o curso resulta da parceria entre Biopark, empresas privadas e instituição de ensino pública, com o objetivo de atender as demandas das empresas e fortalecer a área de tecnologia na região oeste.

Protagonismo

O presidente da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação do Oeste do Paraná (Iguassu-IT), Roberto Carpes, destaca o protagonismo do meio empresaria, com alusão às duas empresas associadas de Toledo e que fazem parte do projeto em conjunto.

Edilson Backes, da Junsoft, ressalta a importância do projeto por unir o setor acadêmico e produtivo em um único ambiente de pesquisa e inovação. “Temos vagas de trabalho abertas e este é o principal desafios para sustentar o crescimento das nossas empresas nos próximos anos”, frisa.

Anaide Holzbach, da Maxicon Sistemas, ressalta que a área de TIC se apresenta como uma nova via geradora de receita na economia da região Oeste do Paraná e, por tal motivo a formação de profissionais é muito importante para o setor.

O Coordenador de Pesquisa e Extensão do IFPR, câmpus Assis Chateaubriand, Renato Guerreiro, revela que a intenção é a integração entre ensino e pesquisa.

Sinergia

O importante desta parceria é ter o contato diretor e sinergia entre profissionais das instituições públicas com a iniciativa privada. O setor empresarial e o meio acadêmicos estarão integrados. A proposta é que o corpo docente serja formados, tanto por professores do IFPR, quanto das próprias empresas.

Fonte:  Conteúdo em comunicação