+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Prêmio Nacional de Educação Empreendedora mobiliza rede de educação

18/02/19
sri_adm

Prêmio Nacional de Educação Empreendedora mobiliza rede de educação

Após anos de atividades voltadas à difusão da cultura empreendedora junto aos diferentes espaços de ensino, o Sebrae realizará, em 2019, a 1ª edição do Prêmio Nacional de Educação Empreendedora (PNEE). As inscrições vão até o dia 26 de abril.Para participar, basta estruturar as boas práticas realizadas no ambiente escolar. É por meio da educação empreendedora que o estudante pode enxergar e avaliar determinada situação, assumindo uma posição proativa. Por meio dessa capacitação, o estudante aprende a elaborar e planejar formas e estratégias de interagir com aquilo que ele passou a perceber.

No Paraná, o Programa de Educação Empreendedora já atendeu, desde 2014, mais de 480 mil alunos, de escolas públicas e privadas, em 182 municípios. Além disso, o Sebrae/PR promoveu duas edições do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora em nível estadual, reconhecendo professores, instituições de ensino e municípios que apresentaram as iniciativas mais expressivas na área.

“O programa paranaense foi o grande inspirador para o prêmio nacional. A iniciativa vai olhar para o quanto a escola, o professor e a equipe foram empreendedores na implantação das suas iniciativas e que resultado isso teve para os alunos, escola e comunidade. O foco está em despertar nas futuras gerações competências, conceitos de protagonismo, responsabilidade para que agreguem nas suas vidas e na sociedade. Por isso, o prêmio não se restringirá apenas a escolas atendidas pelo Sebrae, mas a todas que dissipam a cultura do empreendedorismo”, explica Rosângela Angonese, coordenadora estadual do Programa.

O prêmio está organizado em quatro categorias (ensino fundamental, médio, profissional e superior) e se destina a professores, secretários municipais e estaduais de educação, reitores, diretores e coordenadores em todos os níveis. O reconhecimento acontecerá em três etapas. Na primeira, em nível estadual, após análise por banca avaliadora, serão selecionados os 20 melhores cases (cinco para cada categoria) em cada um dos 26 estados, além do Distrito Federal. Esses professores, gestores e diretores estarão automaticamente classificados para a etapa regional. Nessa fase, serão analisados os 108 projetos e indicados 60 finalistas do país, que passarão por banca avaliadora nacional, responsável por apontar os 12 ganhadores nacionais (1º, 2º e 3º lugares de cada categoria).

As melhores iniciativas estaduais e regionais serão reconhecidas com os troféus ouro, prata e bronze de cada categoria (ensino fundamental, ensino médio, ensino profissional e ensino superior). Já os melhores cases nacionais receberão, além de troféus, um convite para participar de uma missão técnica nacional (1º, 2º e 3º lugares). Por fim, para os 1º lugares em cada uma das quatro categorias, será concedida também uma oportunidade de apresentar o seu projeto em um evento de visibilidade nacional.

Inscrições

A participação é gratuita e pode ser feita eletronicamente no siteeducacaoempreendedora.sebrae.com.br.

Fonte: Agência Sebrae