+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Unioeste lança Drone de Pulverização no Show Rural

06/02/20
sri_adm

Unioeste lança Drone de Pulverização no Show Rural

Drone de pulverização agrícola, este é a nova ferramenta que a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) lançou esta semana no Show Rural, em Cascavel. Até sexta-feira (07) o Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Instituição, em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Fundetec), além do drone também está disponibilizado aos visitantes diversas ferramentas tecnológicas.

De acordo com o assessor de Difusão Tecnológica do NIT, Thomas Ramos, durante todo o evento estão sendo apresentados os projetos da Unioeste relacionados a inovação tecnológica, sendo o principal atrativo um simulador de drone, ou seja, um aparelho que simula um voo por áreas rurais de um drone de pulverização agrícola. “Nesse simulador os visitantes podem interagir e conhecer melhor a tecnologia.

O drone de pulverização, é montado por uma empresa brasileira e a Unioeste está desenvolvendo uma tecnologia de sensores de precisão para aplicação na agricultura. O aparelho é autônomo e tem sensores que estão sendo totalmente desenvolvidos na Unioeste”, comenta.

Thomas explica que o sensor está em desenvolvimento e tem dois objetivos  principais, o primeiro é de corrigir aplicação dos produtos na lavoura, (inseticidas fertilizantes foliares e fungicidas) conforme o relevo através de um voo autônomo o que diminui o risco de contaminação humana e o segundo desafio, é de que o produtor use essa ferramenta de forma eficaz e que atenda suas necessidades, principalmente, dos pequenos e médios agricultores.  Outra vantagem do drone, lembra o pesquisador, é que promove uma redução na perca da lavou por amassamento de 2 a 4%.

“A Unioeste tem como desafio melhorar a precisão do drone em áreas de alta declividade para uma precisão de aplicação”, frisou ele enfatizando que o trabalho de desenvolvimento dos sensores está sendo feito por docentes e alunos da Engenharia Agrícola da Unioeste tanto do Campus de Cascavel como de  Foz do Iguaçu e com apoio de uma equipe de Tecnologia da Informação.

Na opinião do assessor para Unioeste a parceira com a empresa de montagem do drone agrícola é bastante vantajosa além de promover um estudo mais aplicado a Instituição também terá como benefício gerar novos produtos, sendo que esse novo sensor vai ser plausível de proteção intelectual e, isso, futuramente trará royalties e recursos para a Unioeste. “Vamos investir também no uso da inteligência artificial no agronegócio essa é a tendência, queremos facilitar a vida do produtor”.

Thomas lembra ainda que o drone de pulverização agrícola que está exposto no Show Rural é o primeiro do Oeste do Paraná e o terceiro do Estado e que deverá estar disponível, com os sensores, para o mercado nos próximos doze meses.

Eletroposto

No estande da Unioeste também está montado um eletroposto, desenvolvido por alunos de Engenharia na Agricultura, que é de carga semi rápida diferente do que se encontra hoje no mercado convencional. “Esse eletroposto pode carregar os drones que serão demonstrados numa arena montada no Show Rural.

Fonte: Unioeste