+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Unioeste se destaca em ranking internacional de Jovens Universidades

29/06/20
sri_adm

Unioeste se destaca em ranking internacional de Jovens Universidades

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) de acordo com o ranking “Young Universities” divulgado hoje (24) pela revista inglesa Times Higher Education (THE) Young ocupa a posição 401+ entre as universidades com 50 anos ou menos.

No geral, o ranking inclui 414 universidades de 66 territórios. As notas são baseadas em 13 indicadores que medem o desempenho das instituições. Eles estão agrupados em cinco áreas: Ensino (o ambiente de aprendizagem); Pesquisa (volume, renda e reputação); Citações (influência da pesquisa); Perspectivas internacionais (funcionários, estudantes e pesquisa); e Renda da indústria (transferência de conhecimento).

Apenas dez universidades brasileiras foram ranqueadas dentre as melhores e mais jovens universidades do mundo. Além da Unioeste, no Estado do Paraná figuram no ranking a Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Para o assessor de Relações Internacionais e Interinstitucionais da Unioeste, professor Dr. Rafael Mattiello, “a Unioeste tem cada vez mais figurado dentro dos rankings que classificam as melhores universidades do mundo. Isto, se dá, principalmente, pelo respaldo da sociedade aos serviços prestados por nossa Instituição visando um maior desenvolvimento das diferentes áreas de todo o Oeste e Sudoeste Paranaense”.

Além disso, Mattiello conclui dizendo que “nosso melhor critério foi o de transferência de tecnologia, onde obtivemos um significante aumento. Nosso ensino também teve uma boa nota. O pior critério foi o de citações internacionais, o que denota que precisamos de um esforço maior na área de internacionalização”.

Mattiello explica ainda que rankings universitários têm conquistado cada vez mais espaço entre alunos que almejam estudar em grandes instituições, servidos de parâmetros para o desenvolvimento de políticas educacionais pelos gestores políticos, além de viabilizar parcerias interinstitucionais, com o rotulo de qualidade afirmado por uma instituição independente que realiza critérios de avaliações por meio de diferentes formas. Há vários rankings universitários no mundo que se utilizam de metodologias distintas para aferirem o grau de qualidade de uma instituição de ensino superior. Atualmente, as classificações publicadas pela THE vêm se consolidando como os mais prestigiosos e devido a diversidade dos parâmetros utilizados.

 

Fonte: Unioeste