+55 (45) 3529-2045 plataformasri@pti.org.br

Visita da Fundação CERTI abre caminho para parceria com o PTI-BR

12/03/20
sri_adm

Visita da Fundação CERTI abre caminho para parceria com o PTI-BR

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) e a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI) deram mais um passo, nesta terça-feira, 10, em direção a uma parceria entre as instituições para o desenvolvimento de soluções com o intuito de promover a qualidade de vida, a geração de emprego e renda, e o aumento da competitividade das empresas nacionais.

Uma comitiva da Fundação CERTI, organização de pesquisa, desenvolvimento e serviços tecnológicos especializados com 35 anos de experiência, visitou o Parque Tecnológico nesta terça e foi recebida pelo diretor superintendente, General Eduardo Garrido.

A visita dá sequência a tratativas iniciadas em janeiro, quando representantes do PTI conheceram a CERTI, que tem sede em Florianópolis, capital de Santa Catarina.

O General fez uma breve apresentação sobre a atuação do Parque Tecnológico, que teve seu planejamento estratégico reestruturado e busca uma maior sustentabilidade em relação à sua mantenedora, a Itaipu Binacional. “Queremos caminhar em direção à sustentabilidade, com muito foco em resultados”, explicou Garrido.

Com essa finalidade, o PTI vem buscando novas parcerias e já identificou oportunidades de atuação em conjunto com a Fundação CERTI.

O superintendente de Negócios, Tecnologia e Inovação do Centro, Laercio Aniceto Silva, comentou que existem várias competências das instituições em sinergia, como no caso da segurança cibernética, microrredes e Internet das Coisas (IoT).

“Existem diversas experiências aqui do PTI que são bastante válidas, existem outras experiências na CERTI que são válidas. Juntando essas duas podemos ter uma parceria de resultados muito importantes, tanto para o PTI com para a CERTI, mas também para os clientes comuns, como, por exemplo, a própria Itaipu”, avaliou o superintendente.

Em relação à busca pela sustentabilidade do PTI, Silva comentou ainda que, como uma instituição privada e sem fins lucrativos que depende de uma atuação comercial forte, a CERTI pode auxiliar o Parque Tecnológico com a experiência adquirida em 35 anos de atuação.

 

Fonte: PTI